Ultrassom da Tireoide e Saúde: como Descobrir se Você tem Nódulos e Evitar Doenças Graves

nodulo tireoide

Frente a uma verdadeira “epidemia” de nódulos tireóideos, médicos e pacientes têm se questionado sobre o porquê desse aumento. O aumento da realização do ultrassom da tireoide pode explicar parte disso.

 

Trata-se de uma pergunta difícil que a medicina ainda está tentando responder.

 

Estudos mostram um crescimento de mais de 100% no número de novos casos de pacientes com nódulos na tireoide da década de 70 pra cá.

 

As causas gerais das doenças da tireoide são na maioria das vezes desconhecidas ou não comprovadas.

 

Muitas vezes, leva-se anos para que tenhamos evidências suficientes para embasar uma resposta a uma dúvida médica de forma científica.

Fato é que o número de nódulos na tireoide tem aumentado.

 

Muito do aumento do diagnóstico dos nódulos pode ser explicado explicado pela ampla detecção através do ultrassom da tireoide, que é um exame cada vez mais sensível e moderno, disponível, rápido, acessível e praticamente inofensivo.

 

Mas somente o crescimento do número de exames de ultrassom da tireoide realizados na população não justifica e explica completamente toda a soma atual de nódulos nas pessoas.

Temos, entretanto, alguns fatores causais de nódulos tireóideos já conhecidos.

 

Quais as possíveis causas conhecidas de nódulos na tireoide?

 

Os fatores genéticos, por exemplo, explicam certos tipos de tumores.

 

ultrassom da tireoide

 

 

O carcinoma papilífero tem predileção por famílias, principalmente nas mulheres. E o carcinoma medular pode ter profunda ligação hereditária.

 

Na prática, fique atento para a saúde da sua tireoide se um familiar próximo tiver histórico de alterações de hormônios ou de um câncer de tireoide. Um exame de ultrassom da tireoide pode ser necessário.

 

É prudente a pessoa se informar acerca dos detalhes com o familiar afetado, qual foi o tipo da doença, e repassar essa informação ao seu médico.

O especialista poderá recomendar a realização de exames, como o ultrassom da tireoide.

 

Outro fator importante já comprovado pela ciência como possível causador de nódulos e mesmo câncer de tireoide é a exposição à radiação.

 

Nas cidades em que ocorreram grandes acidentes nucleares, houve aumento do número de casos de câncer da tireoide na população local.

Foi noticiado aumento de até 50 vezes na incidência de câncer de tireoide em jovens na cidade de Fukushima, no Japão, vítima de acidente nuclear recente.

Os profissionais da radiologia devem tomar as precauções adequadas, contra as cargas de radiação ao participarem diariamente da realização de exames como radiografias e tomografias.

Aliás, o efeito nocivo da radiação é mais um motivo para se recomendar aos pacientes que não “solicite” um exame ao seu médico.

O médico, tendo boa formação, saberá a indicação correta do exame, evitando exposições desnecessárias do paciente à radiação.

Hoje em dia dia é muito comum se ouvir a frase: “pedi para o médico solicitar uma tomografia”.

Cuidado extremo deve ser tomado pelo paciente ao tentar induzir no médico esse tipo de atitude. Na medicina, a todo momento, pesamos riscos e benefícios. Isto vale também para a indicação de exames médicos aparentemente inofensivos.

Deve-se ressaltar que dentre os exames médicos, a mamografia tem indicação e benefício comprovados na prevenção ao câncer de mama e para a saúde. E além de tudo é um exame extremamente seguro.

 

A realização da mamografia tem impacto desprezível sobre a tireoide, principalmente se compararmos com a radiação natural que recebemos diariamente do mundo nos nossos dias atuais.

 

Essa afirmação foi reforçada pelas sociedades nacionais e internacionais de Radiologia frente à recente divulgação equivocada de que a mamografia poderia ser danosa à tireoide.

Os outros fatores causadores dessa “epidemia” de nódulos, além da maior detecção pelo ultrassom da tireoide, são de difícil comprovação, já que demandam pesquisas populacionais, com grande número de pessoas ao longo de um período de décadas.

Um exemplo de possível causa (hipótese) são os inúmeros tipos de radiação e energias aos quais estamos expostos, principalmente em virtude do uso rotineiro de equipamentos eletrônicos.

São muitas novas tecnologias, desde celulares, tecnologias usadas em smartphones como wi-fi, bluetooth, 3G, 4G, etc, que não temos ainda como dizer qual real impacto das mesmas nos diversos órgãos do corpo humano.

O bom-senso nos alerta e sugere a usar essas tecnologias com relativa moderação sempre que possível, enquanto os estudos científicos não chegam.

 

radiação ultrassom da tireoide

 

A tireoide é um dos órgãos mais sensíveis a radiações, e poderia ser suscetível a essas novas energias, gerando nela possíveis doenças.

 

Frente a tantos nódulos, toda prudência é necessária para que os exames de ultrassom da tireoide, punções e cirurgias não sejam indicados sem respeito aos critérios médicos estabelecidos.

O excesso de indicações deve ser evitado porque pode levar a muitos casos de cirurgias desnecessárias e, consequentemente, às possíveis complicações das mesmas.

 

O especialista atualizado saberá quando solicitar o ultrassom da tireoide e laboratoriais para a completa avaliação sobre a presença de nódulos e a respeito do funcionamento da glândula.

 

Acesse mais posts do Blog sobre Tireoide:

 

Aprenda mais no post sobre Nódulos na Tireoide.

 

indicações cirurgia de tireoide

 

Saiba mais no post sobre Tireoide na Mulher.

 

nodulo de tireoide

 

 

Posted on 05/11/2015 in Tireoide

Share the Story

About the Author

Dr. Hugo Luz é médico e cirurgião de cabeça e pescoço pela USP (ingresso em 1998). Atua em Fortaleza-CE desde 2009 e busca focalizar seus esforços em bem-estar e saúde.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top