Tireoide na Mulher: Como Prevenir e ter Mais Saúde

tireoide na mulher nódulo

O diagnóstico das doenças da tireoide na mulher é crescente.

 

Quase 8 entre 10 pessoas com alteração na tireoide são mulheres.

 

Frente a essa constatação, as pessoas e os médicos se perguntam sobre qual o motivo das doenças da tireoide ocorrerem mais nas mulheres do que nos homens.

 

Antes de mais nada, vale ressaltar que as causas gerais das doenças da tireoide são na maioria das vezes desconhecidas.

 

As pessoas quando pensam na possível resposta a essa pergunta, quase que imediatamente imaginam que essa diferença poderia ser explicada pelos hormônios femininos, os chamados estrógenos.

 

No entanto, sabemos que a maior incidência da doença ocorre principalmente na pré-adolescência ou após a menopausa, justamente quando os hormônios femininos estão em níveis mais baixos.

 

Portanto, o fator hormonal feminino não é convincente como explicação para esse número maior de doenças da tireoide na mulher.

A gestação é um estado que também nos ajuda a compreender um pouco do papel da imunidade nas mulheres.

 

Durante a gravidez, ocorre uma supressão do sistema imunológico, e cerca de 1 a cada 50 mulheres pode desenvolver alterações no funcionamento da tireoide nesse período.

 

Depois, na maioria dos casos, a glândula volta a funcionar normalmente, após a gestação.

 

 

tireoide na mulher

 

A ciência médica acredita que exista uma LIGAÇÃO GENÉTICA específica ao sexo feminino que explique a maior frequência de doenças da tireoide na mulher.

 

O componente genético deve gerar fatores auto-imunes, isto é, anticorpos produzidos pelo próprio corpo da pessoa contra as suas células da tireoide.

 

Neste caso os anticorpos contra a tireoide podem levar a alterações no seu funcionamento, como o hipotireoidismo e o hipertireoidismo, bem como ao aparecimento de nódulos.

As alterações de funcionamento da glândula tireoide são mais frequentes também em mulheres acima dos 60 anos de idade.

 

A estatística que mais chama atenção é que mais de 50% das mulheres acima dos 50 anos de idade apresentam nódulos na tireoide.

 

Muitos estudos estão sendo realizados em todo o mundo para entendermos melhor as causas das doenças da tireoide em nível molecular.

Tudo para aprimorar a prevenção e o tratamento precoce.

 

O cirurgião de cabeça e pescoço é o profissional médico mais habituado na avaliação dos nódulos da tireoide na mulher.

 

O endocrinologista, por sua vez, é o médico mais indicado para tratar e acompanhar alterações hormonais da tireoide na mulher.

 

O mais importante é procurar profissionais especializados e atualizados para ponderar sobre a indicação de avaliações subsequentes.

Muitos médicos não especialistas acabam indicando em excesso punções e biópsias desnecessárias.

Além disso, os não especialistas, por não estarem habituados a lidar com nódulos tireóideos, podem acabar gerando muita ansiedade no paciente, que consequentemente pode sofrer psicologicamente por antecipação e com sofrimento sem necessidade.

Os ginecologistas têm solicitado mais ultrassonografia para avaliação da tireoide de rotina, baseados nas evidências epidemiológicas. Tendo em vista a prevalência das doenças da tireoide na mulher, a realização do exame faz sentido. A ciência médica baseada em evidências leva décadas para consagrar e respaldar condutas muitas vezes já realizadas pelos especialistas.

Mas mais importante do que realização da ultrassonografia é a conduta médica e a informação correta: como conduzir com tranquilidade um diagnóstico de nódulo da tireoide.

 

tireoide na mulher

 

 

Mas e os homens, devem se preocupar com nódulos na tireoide?

 

Para a população masculina, o cuidado é redobrado.

 

Explicando melhor: quando diagnostica-se um nódulo na tireoide de um homem, existe maior risco desse nódulo ser um câncer, se compararmos ao risco da tireoide na mulher.

 

No entanto, os nódulos são mais raros nos homens.

Devem ficar mais atentos homens com antecedentes familiares de primeiro grau de câncer da tireoide.

Também requerem avaliação especializada os homens com algum sintoma ou nódulo no pescoço.

 

mulher na tireoide

 

 

Qual o melhor caminho para cuidar da tireoide?

Devemos pesar riscos e benefícios nas ações médicas sobre os nódulos da tireoide na mulher.

 

A prevenção e o tratamento precoce com efetividade devem ser almejados com consciência e responsabilidade tanto pelo paciente quanto pelo médico.

 

Graças à medicina de qualidade, as pessoas que priorizam saúde estão conseguindo surpreender e curar na maioria das vezes o câncer de tireoide. E, principalmente, estão evitando as formas mais agressivas e letais da doença.

Para que uma conduta médica se torne medida de saúde pública, pode-se levar décadas, mas a atitude do especialista atualizado leva em conta evidências de graus diferentes de validação de forma individualizada.

Saiba mais sobre nódulos na tireoide em nosso post específico.

Se você ou um amigo ou parente estiver prestes a passar por uma cirurgia ou quiser saber mais, acesse nosso e-Book sobre cirurgia da tireoide.

 

Nosso horizonte é que a medicina atue buscando sempre prevenção, SAÚDE e qualidade de vida.

Posted on 06/11/2015 in Tireoide

Share the Story

About the Author

Dr. Hugo Luz é médico e cirurgião de cabeça e pescoço pela USP (ingresso em 1998). Atua em Fortaleza-CE desde 2009 e busca focalizar seus esforços em bem-estar e saúde.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top