Tireoide: Saiba os Sintomas e Cuide-se

sintomas tireoide

Será que tenho algum problema na tireoide?

 

Quem nunca viu ou conheceu alguém com um nódulo visível no pescoço?

Pois “dona Maria”, uma senhora do interior muito simpática, chegou um dia desses no consultório com um nódulo bem grandinho.

Ainda assim dizia ela que não sentia nada e que só foi à consulta porque uma amiga insistiu muito que ela fosse.

Por sorte, apesar de se tratar de um nódulo já crescido, ela conseguiu realizar a tempo um bom tratamento.

O caso da “dona Maria” retrata algo que já foi muito comum. Mas nem sempre com o mesmo desfecho.

Há algum tempo atrás era frequente as pessoas chegarem ao consultório médico com grandes nódulos no pescoço.

Elas iam levando o problema adiante até o dia que ele ficasse insustentável. Aí procurava-se o médico, muitas vezes já com poucas alternativas.

Mas, felizmente, os tempos mudaram.

As pessoas estão se amando e se cuidando cada vez mais.

 

 

tireoide sintomas

 

 

O conhecimento médico avançou e já nos proporciona boas alternativas mesmo para casos mais avançados.

Mas a melhor notícia é que, hoje em dia, cada vez mais pacientes chegam ao consultório com alterações bem iniciais na tireoide, surpreendidas em exames preventivos de rotina.

Isto é um sinal de que grande parte da população está cuidando mais da sua saúde e procurando um especialista para ajudá-las.

E os resultados, por sua vez, também melhoraram surpreendentemente.

Temos menos complicações, menos tumores agressivos e mais saúde.

 

As pessoas estão percebendo que ter a vida aparentemente normal, mesmo sem sentir absolutamente nada no pescoço é ótimo, mas que isso não significa necessariamente ter uma tireoide saudável.

 

Deste modo, estão assim se informando, observando o próprio corpo e se prevenindo mais.

Isso tem acontecido para os problemas da tireoide, que são muito mais comuns do que as pessoas costumam imaginar.

 

Você sabia, por exemplo, que mais de 50% da mulheres acima dos 40 anos de idade têm NÓDULOS na tireoide e a grande maioria não tem sintomas? E que nos homens, quando há a presença de um nódulo temos que ter mais cuidado porque os riscos são maiores?

 

Como se trata de uma doença que na maioria das vezes é silenciosa, a prevenção é a grande arma que temos a favor da nossa saúde.

O cuidado especializado permite detectar pequenos tumores e aumentar as chances de controle e cura dos nódulos cancerosos.

Muitas pessoas podem ter também alterações hormonais da tireoide e nem fazer ideia disso.

Por consequência, às vezes sofrem desnecessariamente por muito tempo, sem diagnóstico.

Com a detecção e medição através de simples exames de sangue, o “TSH” e o “T4 livre”, conseguimos hoje controlar perfeitamente as taxas hormonais dos pacientes na imensa maioria dos casos, proporcionando uma vida saudável.

Mas existe alguma pista? Quem é que deve ter mais cuidado?

 

Atenção: apesar dos problemas da tireoide poderem afetar qualquer um, quem tem familiares com histórico de nódulos tireóideos ou alterações hormonais deve ficar mais atento porque pode haver influência hereditária.

 

Mas o que é tireoide afinal e para que ela serve?

 

A tireoide é uma glândula. Fácil.

 

Simplificando mais: é um órgão do nosso corpo que produz hormônios.

Tudo bem até aqui?

Vamos seguir.

Hormônios são substâncias poderosas que caem na circulação sanguínea e vão agir em outros locais do nosso corpo.

Assim regulam seu perfeito funcionamento.

Vamos mais a fundo no entendimento.

Sabe como a tireoide fabrica seus hormônios?

Ela é composta por minúsculas bolsinhas, espalhadas pela glândula: os chamados folículos. E eles são banhados por inúmeros vasos sanguíneos.

Assim os hormônios são jogados facilmente na circulação sanguínea, como você pode ver ilustrado na figura abaixo.

 

sintomas tireoide

Os hormônios fabricados na tireoide são jogados na corrente sanguínea.

 

Antes de descobrirmos onde vão agir esses hormônios, vamos entender onde se localiza nossa “fábrica”.

 

Você sabe onde exatamente fica a tireoide no nosso corpo?

 

A tireoide fica localizada na frente do pescoço, logo abaixo do gogó ou pomo-de-Adão (na linguagem médica, a chamada laringe).

Acompanhe na figura abaixo.

Ela é composta por 2 lobos (partes laterais) que são comparadas às asas de uma borboleta.

E existe também uma parte da glândula que se assemelha a uma pequena ponte, unindo os dois lobos, que chamamos de istmo.

Você vai ver esses nomes todos no laudo de um exame de ultrassonografia e agora já entende um pouco melhor do que se trata.

 

tireoide fortaleza

A tireoide (em vermelho) ilustrada em frente e abaixo do “gogó”. Abaixo dela temos o tubo que leva ar aos pulmões: a traqueia, com seus anéis.

 

Continuemos descobrindo mais um pouco.

 

Pra que serve a tireoide?

 

A função da tireoide é justamente regular o funcionamento do nosso corpo

Ela faz isso através dos seus hormônios, o T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina).

A tireoide controla diversas funções: do coração, cérebro, fígado, rins, pele, intestino, ciclo menstrual.

Interfere diretamente no desenvolvimento de crianças e adolescentes.

 

Regula o humor (depressão x ansiedade) e concentração.

 

E pode interferir no peso também.

 

sintomas tireoide

Mas vamos entender melhor.

 

Você sabe como a tireoide é controlada? Quem manda na tireoide?

 

A tireoide é regulada por uma glândula-mestra localizada dentro da cabeça: a hipófise, através da secreção do TSH.

 

O TSH é a abreviação em inglês para hormônio estimulador da tireoide (“thyroid stimulanting hormone“). É o TSH que a induz a tireoide a produzir o T3 e o T4.

 

Assim fica mais fácil de qualquer um entender um pouco sobre o significado dos exames de sangue principais: o TSH e o T4 livre. Eles “conversam” entre si.

 

fortaleza tireoide

O TSH estimula a tireoide a jogar o T3 e o T4 no sangue.

 

Qual a diferença entre hipo e hipertireoidismo?

A glândula pode ser sede de alterações no seu funcionamento.

Vamos entender simplificadamente os dois lados opostos da moeda, quando a tireoide funciona demais e e também quando ela não produz a quantidade suficiente de hormônios.

No primeiro caso, em que a tireoide pode se desregular e produzir hormônios a mais ocorre o HIPERTIREOIDISMO.

Aí geralmente o valor do “T4 livre” no exame de sangue é alto e as reações químicas do corpo ficam aceleradas. Mais fome, agitação, nervosismo, sudorese; menos sono.

Ao contrário, a tireoide pode também entrar em falência, fabricando pouco hormônio e gerando o HIPOTIREOIDISMO.

Neste caso, o “T4 livre” tende a ficar abaixo dos valores de referência nos exames de sangue.

A hipófise, que como foi dito regula a tireoide, por sua vez, tenta a todo custo estimular a tireoide a reagir, fazendo mais TSH, que fica elevado nos exames de sangue.

E o metabolismo fica lento porque, apesar do estímulo, a glândula está doente.

Aí a pessoa pode ficar deprimida, alterar o sono, ter pele seca, queda de cabelos e intestino preso, por exemplo.

 

Se falarmos dos sintomas do hipotiroidismo e do hipertireoidismo, muitas pessoas vão se identificar com eles, mesmo que os hormônios estejam normais.

 

Isto ocorre porque somos muito sugestionáveis, e os sintomas também podem se confundir com estados normais do funcionamento do nosso corpo ou com outras causas.

Ou seja, mesmo com nossos hormônios estando normais, podemos ter momentos de maior queda de cabelos, de intestino mais preso, de alterações do humor, por exemplo.

 

Para tirar a dúvida o ideal é mesmo fazer a coleta de exames de sangue da tireoide e verificarmos objetivamente as taxas hormonais.

 

Assim sabemos se há a necessidade de algum tratamento com medicações, seja para o bloqueio (no caso do hipertireoidismo) ou para a reposição (no caso do hipotireoidismo) dos hormônios.

 

Mas não sinto nada, mesmo assim posso ter nódulos na tireoide?

 

Vamos nos ater aqui mais sobre os nódulos, que na maioria das vezes, não têm nenhuma relação com os hormônios.

Em alguns casos sim existem nódulos que são pequenas fábricas de hormônios e que geram hipertireoidismo, mas isto é uma exceção.

 

Portanto, a tireoide pode também ser acometida por NÓDULOS, independentemente da ocorrência de alterações no seu funcionamento.

 

Sabe-se que as doenças nodulares e funcionais da tireoide são muito mais comum nas mulheres, mas também podem ocorrer nos homens.

sintomas tireoide

À esquerda, representada uma tireoide normal. À direita, a ilustração mostra um nódulo na tireoide.

 

Quais os sintomas de nódulos na tireoide?

 

É fundamental sabermos que a maioria das doenças da tireoide não geram sintomas.

Isso ocorre principalmente nos casos de nódulos pequenos e médios.

Nódulos pequenos podem sequer ser notados mesmo em um exame médico!

Mas os nódulos tireóideos maiores podem dar sintomas, relacionados à compressão de estruturas do pescoço vizinhas à glândula.

Quando os nódulos adquirem um certo volume maior ou quando invadem órgãos adjacentes (nos casos dos cânceres), eles podem ficar evidentes.

Ficam encostados na tireoide os “tubos” naturais de passagem do ar, a traqueia; e de passagem dos alimentos: o esôfago.

Sabendo quais as estruturas do corpo que ficam ao lado da tireoide descobrimos facilmente os sintomas possíveis.

 

Sendo assim, o paciente com nódulo na tireoide pode referir sintomas desde um incômodo na região da frente do pescoço, sensação de entalo, e até alterações para respirar ou engolir.

 

Nos casos de nódulos malignos, pode ocorrer rouquidão se o tumor invadir a musculatura da laringe (“caixa da voz”) ou o nervo que comanda as pregas vocais, afetando seu funcionamento.

 

Reforçando as informações: nódulos tireóideos muito pequenos, como ocorre com a maioria das pessoas, geralmente não são capazes de gerar sintomas.

 

Os sintomas percebidos em pessoas com pequenos nódulos podem, na verdade, muitas vezes ser relacionados e explicados por outros motivos, como a doença do refluxo gastro-esofágico, que é também muito comum na população.

Por isso a importância da avaliação médica especializada.

O especialista deve fazer uma boa história clínica e examinar cuidadosamente o paciente.

Podemos então solicitar exames, que são auxiliares no diagnóstico, e também devem ser feitos com radiologistas e laboratórios qualificados.

Os exames de sangue servem basicamente para verificar o funcionamento da tireoide.

 

E a ultrassonografia serve para avaliar a anatomia da glândula, verificar se existem nódulos, e o grau de suspeita dos mesmos. Serve também para acompanhamento da evolução de nódulos benignos.

 

Lembre-se que o cirurgião de cabeça e pescoço é o médico mais acostumado com a condução e tratamento dos pacientes com nódulos na tireoide, tenham sintomas ou não.

 

Os especialistas estão aí para ajudar a todos. Prevenção e tratamento precoce são nossos grandes aliados na saúde.

E nossa maior felicidade é poder ajudar a levar mais saúde e vida!

Parabéns por procurar se informar e cuidar com carinho da sua saúde.

Compartilhe essas informações e ajude o mundo a ser mais saudável!

 

 

Posted on 08/11/2015 in Tireoide

Share the Story

About the Author

Dr. Hugo Luz é médico e cirurgião de cabeça e pescoço pela USP (ingresso em 1998). Atua em Fortaleza-CE desde 2009 e busca focalizar seus esforços em bem-estar e saúde.

Responses (4)

  1. Name (required)Bruna
    18/09/2016 at 09:37 ·

    Bom dia gostaria de tirar uma dúvida q me consome fiz todos os exames deu q tenho que retirar a tireóide pois já está comprometida… Mas minha pergunta é uma cirurgião geral pode fazer essa cirurgia? Pois aqui onde moro não tem especialista e na cidade vizinha tem um mas me cobrou um valor que não tenho condições…

  2. Dr. Hugo Luz
    28/09/2016 at 21:33 ·

    Bruna, obrigado pelo comentário e por expor sua dúvida, muito pertinente. Qualquer médico pode a rigor realizar qualquer procedimento médico no Brasil. Mas sabemos que a qualidade e o refinamento dos especialistas pode fazer toda a diferença na sua saúde, ainda mais em se tratando da cirurgia da tireoide. Sugiro que persista na procura e tente se informar melhor sobre outros especialistas na região, mesmo em cidades um pouco mais distantes. O site da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço é uma boa referência. Estou à disposição para ajudá-la e torço para que encontre sempre um caminho de muita saúde!

  3. Bruna
    13/04/2017 at 22:41 ·

    Boa noite , fiz uma cirurgia de tireóide há uns 15 dias e agora estou com uma sensação de que tem algo intalado na minha garganta , como se tivesse engolido algo sem mastigar , será que é normal ?

  4. Dr. Hugo Luz
    15/04/2017 at 09:04 ·

    Olá, Bruna!
    Depois de uma cirurgia da tireoide, assim como você nos conta, os recém-operados na maioria das vezes nos referem uma certa sensação de entalo.
    Mas quase nunca é algo sério, e sim auto-limitado e leve.
    Em uma cirurgia da tireoide, o cirurgião pode manipular bastante por perto da região do esôfago (tubo por onde a comida passa para chegar ao estômago).
    Essa manipulação, obrigatória quando o nódulo da tireoide está por perto, pode gerar essa sensação que você nos descreve.
    Mas tenho 2 observações positivas pra você e para aqueles que relatam isso.
    Não vemos na nossa rotina isso impedir de fato alguém de se alimentar e melhora na maioria das vezes ocorre com o simples passar do tempo!
    De qualquer forma, sugiro que você relate isso ao seu cirurgião.
    Se a sensação for muito incômoda, cogitem a possibilidade do auxílio de um fonoaudiólogo (profissional que além de cuidar da voz, também cuida da deglutição) para ajudá-la na sua recuperação.
    Abraços!

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top